Buscar
  • lanafirma

O "Velho"​ Mundo e o desenvolvimento de competências digitais

O "Velho"​ Mundo e o desenvolvimento de competências digitais


Hoje passeando pela minha timeline, me deparei com 5 conteúdos diferentes sobre o “Futuro do Trabalho” e recomendações do que esperar dele.

Atualmente se fala bastante sobre isso, acompanhando essa discussão, percebo que muito se discute sobre os problemas (e o temor do desconhecido) e menos dialogamos sobre as soluções para lidar com essas incertezas.


Eu mesma já publiquei um artigo sobre inteligência artificial por aqui falando sobre o risco de sermos substituídos por robozinhos assistentes. Apesar de toda polêmica do que esperar do mercado no futuro, que diga-se de passagem está se tornando cada vez mais presente,  é sempre bom voltar nossos olhares para quem está focado em encontrar soluções e oportunidades no amanhã incerto.


A União Europeia escolheu caminhar por esse lado, em 2006, seus países membros junto com o Parlamento Europeu, definiram quais seriam as competências necessárias para focar o aprendizado de longo prazo na educação. Aperfeiçoar COMPETÊNCIAS DIGITAIS desde aquela época foi identificado como essencial para os cidadãos.


A partir de 2016 os países membros vem sendo estimulados e cobrados a desenvolver de forma mais acelerada 21 competências digitais em 5 grandes áreas: Informação e Proteção de Dados, Comunicação e Colaboração, Criação de Conteúdo Digitais, Segurança e Resolução de Problemas.


Pode parecer que esse tipo de preocupação está apenas nas mãos da iniciativa pública, como governos e áreas da educação, porém nessa missão existem muitos empresários, startups e empresas multinacionais que abraçaram a causa e se comprometeram em estimular projetos que contribuam com o desenvolvimento de competências digitais dos europeus.


No final de 2018 houve a entrega de um prêmio para reconhecer o avanço e engajamento dos envolvidos com esses projetos que estão mudando o Velho Mundo, que de “velho” ficou só no modo da gente dizer mesmo.




3 vistas